Joel Marinho

 

O incansável guerreiro



Textos


Venho respeitosamente através destas humildes palavras fazer-lhe alguns breves pedidos em relação ao seu mandato dos próximos quatro anos quanto presidente de fato eleito pelo voto da maioria dos brasileiros. Que fique de antemão muito claro que a minha intenção é jamais lhe ofender tanto quanto presidente, tampouco quanto ser humano que merece total respeito por mim.
Mas o motivo aqui é para lembrar-lhe sobre o seu compromisso e sobre o que já vi e vivi em meu tempo de estrada nessa minha humilde vida, Já vi entrar presidente militar prometendo mudanças sociais e muito pouco foi feito, já vi sociólogo falando em eliminar a fome e não ocorreu, já vi metalúrgico dizer que extinguiria essas vergonhas chamadas fome e corrupção, o que de fato não veio a ocorrer em sua plenitude. Não quero dizer que nada melhorou, mas com relação ao povo sofrido pouca coisa realmente foi feita.
Então, nos momentos de campanha atual ouço gritos dos presidenciáveis dizendo que vai melhorar a economia, trazer empregos ao brasileiro, consertar o sistema precário de saúde, educação e segurança adotando uma série de políticas públicas em prol da melhoria de todos e todas, assim fico muito satisfeito por saber que vocês candidatos tem enfim a mágica, a varinha de condão, a solução para sanar todos os problemas dessa sociedade tão sofrida e isso me deixa muito feliz.
Assim sendo, a partir do dia primeiro de janeiro de 2019, conto com o seu compromisso de campanha e o juramento assinado no ato de sua posse se comprometendo de fato com o povo brasileiro e não apenas com alguns grupos, afinal será o senhor presidente do Brasil, independentemente do seu partido ou de quem votou ou não em vossa excelência.
Tenho muito me preocupado nos últimos anos com esse crescimento exacerbado de grupos, como se fôssemos dois ou diversos brasis. É louvável que em período de campanha criem-se grupos querendo apoio, mas vale ressaltar que o período de campanha partidária termina a partir do momento de sua posse, ali você deixa de ser partidário de vários viés para se tornar de um único partido soberano, o povo que confiou o voto em vossa excelência.
Não quero com isso exigir que cumpra somente meus anseios, mesmo que eu tenha sido um de seus eleitores, quero que cumpra apenas seu compromisso como detentor do poder a que lhe foi confiado pela maioria da população e possa de fato fazer uma boa administração. Não me interessa se tens viés político de direita ou de esquerda, cumpra seu papel, exatamente isso.
Do mais, vossa excelência, não peço mais nada, quero apenas muito sabedoria para caminhar em busca de uma unidade no sentido de transformar esse Estado em nação de verdade para que possamos de cabeça erguida caminhar pelas ruas sem o medo de ser a próxima vítima, para que não tenhamos mais que sair de madrugada aventurando conseguir uma ficha para consultar e só ser atendido com um pedido de desculpas depois que morreu, muitas vezes ne mesmo isso, para que nossas crianças sejam tratadas como crianças, tenham merendas na escola e saúde mental em suas casas, para que o dinheiro público seja realmente aplicado naquilo a que a lei reza que seja e, a maldita corrupção venha ter uma trégua, punindo-o severamente quem desvia o dinheiro público, afinal não há maior assassino do que aquele gestor meliante desviador das verbas públicas destinadas ao desenvolvimento e melhoria do bem comum.
Aqui me despeço, vossa excelência, com a confiança em sua gestão e a alegria de fazer parte desse país tão grande e tão rico e desse povo brasileiros necessitando apenas de gestores competentes e justo que o cuide e respeite.
Um abraço desse humilde poeta, Joel Mainho que ainda acredita nos valores humanos de união, alegria e paz, mesmo que em alguns momentos eu oscile com relação a isso, mas logo passa e penso sermos capazes de mudar quanto povo, quanto seres humanos.


Imagem da faixa presidencial disponível em: https://1.bp.blogspot.com/-goUZaGRl2hE/V7NbeZ_ioXI/AAAAAAABGwk/VHml4kndLj8uq9F85_Vwd1KfT_BjB6njgCLcB/s1600/20160816074043_3833_capa.jpg
 
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 28/09/2018
Alterado em 28/09/2018


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras