Joel Marinho

 

O incansável guerreiro



Textos

AMIZADE VERDADEIRA VALE MAIS QUE UM TESOURO
POR JOEL MARINHO
 
Abra um sorriso no rosto
E venha sorrir comigo
E agradeça se tiver
Ao seu lado um amigo
Eu sou muito agradecido
Por poder contar contigo.
 
Nossa missão nessa vida
É viver sem falsidade
Celebrar com alegria
Essa dádiva de verdade
Quem cultiva bons amigos
Colhe flores de amizades.
 
Aprendi desde criança
O quanto é bom ter amigo
Que alerta ao dar conselhos
Livrando-nos do perigo
Dar o ombro quando precisa
Isso vem do mundo antigo.
 
Lá no livro dos cristãos
Diz que amigo é tesouro
Vale mais que diamante
Mil toneladas de ouro
Pois amigo de verdade
Escuta até desaforos.
 
Eu pergunto pra você
O que seria de Abel?
Se o seu irmão Caim
Fosse um amigo fiel
A História seria outra
E não essa tão cruel.
 
Ali faltou amizade
Amor e compreensão
Amigo não tem inveja
Ainda mais quando irmão
Um amigo de verdade
Incentiva e dá a mão.
 
O que seria de Davi?
Sem Jônatas o seu amigo
Talvez nem aparecesse
Na História do mundo antigo
E jamais unificaria
Com garra as doze tribos.
 
E o grande Napoleão
Sem Jean Lannes do lado
Seria talvez mais um
A não deixar um legado
E esse grande general
Era amigo muito amado.
 
Inclusive foi o único
A chamar Napoleão
De Napoleão, você ou tu
Tinha carta livre nas mãos
Uma amizade tão forte
Talvez mais que a do irmão.
  
A de Jesus Com Simão
Rebatizado por Pedro
A quem Cristo Coroou
E não escondeu segredo
A ser seu representante
Por ser fiel e sem medo.
 
Roberto e Erasmo Carlos
Que a Jovem Guarda uniu
É uma das mais falada
Da História do Brasil
Até o presente momento
Essa amizade resistiu.
 
Também Gil e Caetano
Desde lá de ditadura
Que essa bela amizade
Formou enorme estrutura
Com mais de cinquenta anos
Com nobreza ainda dura.
 
Enfim, é muita amizade
Que nem dá pra descrever
Desde os tempos de Abraão
Amizade só fez crescer
Da mesma forma que quero
A minha pra com você.
 
 E quanto mais amizades
Mais me sinto lisonjeado
Não há nada mais importante
Que um amigo do lado
Para quando desabar
Ter um abraço apertado.
 
No entanto, há controvérsias,
Tem amizades fuleiras
Que é igual fruta podre
Achada em final de feira
Mais falsa que merda de vaca
Suja o pé e a perna inteira.
  
Dessa eu corro é longe
Não quero nem conversar
Sai de retro satanás
E vá atentar pra lá
Não quero sentir nem cheiro
Para não contaminar.
 
Porque amizade falsa
É um atraso de vida
É merthiolate antigo
Penetrando na ferida
Quando não mata aleija
Pior que bala perdida.
 
Chega te dando abraço
Mas com o punhal na mão
Na hora que tu vacila
Finca-te o ferro o vacilão
É pior do que a naja
Só te pega a traição.
 
Então a você amigo
Deixo a ti um conselho
Se desconfiar de alguém
Abrace em frente ao espelho
Assim verás o reflexo
E se livrará do “pentelho”.
 
Porque um falso amigo
É pior que dor de barriga
Se não cagar na entrada
Vai te cagar na saída
Faz tudo para te ver
Sempre no pior da vida.
 
Já demos o grande exemplo
Do tal de Caim cruel
Ele preferiu perder
O grande sonho do céu
Só para fazer o mal
Para o seu irmão Abel.
  
Assim é o falso amigo
Que tenta de agradar
Só pra colher informação
Pra depois te difamar
E ainda diz, não fui eu,
Jamais de ti vou falar.
 
Esse é amigo da onça
Canalha, vil, traiçoeiro
Que chega de forma mansa
Igual a um forasteiro
Vem se fingindo de morto
Para “pegar” o coveiro.
 
Enfim, é só um aviso
Para os amigos fiéis
Não dê sopa ao azar
Para esses Zé Manés
Caia fora enquanto é tempo
Antes que sofra o reverse.
  
Eu prezo pela amizade
E amigos tenho tido
Uns que vem desde criança
Outros quando eu já crescido
Os que quando eu precisei
Por eles fui atendido.
 
E é por isso que prezo
Pelas minhas amizades
Muitos que moram distante
Dos quais eu sinto saudades
Perto ou longe é a mesma coisa
Não existe falsidade.
 
E se você tem amigo
Trate com muito carinho
Não estrague a amizade
Por um capricho mesquinho
Saiba que se roubar flor
Pode se furar no espinho.
  
E por aqui vou ficando
Porém deixo o meu abraço
A todos os meus amigos
Que faço por onde passo
A vocês muito obrigado!
Por aceitar esse laço.
  
“Amigo é pra se guardar”
Como nos diz a canção
“No lado esquerdo do peito”
Lá dentro do coração
Pois não há nada no mundo
Do que esse amor profundo
Porque amigo é irmão.

Aguardem que em breve este cordel estará sendo exibido em forma de vídeo no canal do Youtube.
Logo em breve disponibizarei aqui o link.
Se quiser seguir o canal é só clicar no link abaixo e se divertir com nossos cordéis. 

https://www.youtube.com/channel/UCGN_d5btQTu4rRFebRPFJfw
 
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 08/08/2020


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras