Joel Marinho

 

O incansável guerreiro



Textos

SONHO DE AMOR
Quanto mistério
Naquele sonho de infância
Eu era criança
Porém foi tão real.
A bela menina
“Morena”, pequena
De costas e sem roupa
Sumia na escuridão.
Não, não, o sonho acabava
E eu nem imaginava
Quão longe eu estava
Da moça mistério
Que nem tinha nascido.
O tempo passou
Então meu amor
Sorriu-me do nada.
Enfim me abraçou
Tirando-me a dor
No meio da estrada.
Destino? Não creio!
Coincidência? Talvez!
Amor? Com certeza!
JOEL MARINHO
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 23/01/2021


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras