Joel Marinho

 

O incansável guerreiro



Textos

QUEM APAGOU MEUS DIAS?
Era dia, juro que era dia
O sol quente queimava a pele
E pelos poros o suor escorria
O coração pulava tum, tum, tum.
Os pensamentos rápidos
Lembranças do passado distante
Um suspiro ofegante, trabalho
E a consumação do dia a dia
Ainda havia tempo, juro que havia
Mas tudo o que eu queria era o ter
Não me pergunte o que, nem eu sabia,
Porém veio alguém e apagou o dia
E aqui estou no escuro da noite
Escuto ainda os açoites da vida,
No entanto, nada me sacia.
Não posso mais beijar
Não posso mais amar
Não posso mais falar
Não posso mais cantar
Virei apenas lembranças
Sem aproveitar as bonanças
As alegrias do momento
De repente chegou um vento
A luz apagou
O tempo parou
Alguém apagou,
Alguém apagou os meus dias,
Os quais pensava que ainda havia.
JOEL MARINHO
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 14/04/2021


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras